Agricultura

Prefeitura de Rosário recebe alunos da UEMA para nova etapa do Estágio Vivência

A prefeita de Rosário, Irlahi Moraes, recebeu na manhã da última segunda-feira, 16, juntamente com o secretário de Agricultura, Valter Costa, alunos da Universidade Estadual do Maranhão para formalizar o início de mais uma etapa do projeto Estágio Vivência.

O estágio é um projeto promovido pelo Núcleo de Extensão e Desenvolvimento (LABEX) da UEMA, durante o qual os alunos convivem por um período com famílias moradoras de comunidades rurais, permitindo aprender sobre a lógica do trabalho na pequena produção e colaborar prestando assistência técnica nas áreas em que atuarão.

A parceria firmada com o município desde 2017, recebeu este ano os alunos dos cursos de Agricultura, Veterinária, Direito, Agronomia, Engenharia de Pesca, Estudos Sociais e Geografia.

A prefeita Irlahi Moraes deu ênfase à importância do projeto. “Esta é uma parceria com um ganho muito grande para a cidade. Os alunos poderão aprender e a prefeitura contar com a assistência técnica de uma universidade tão conceituada como a UEMA. Esperamos também depois dessa vivência rever esses alunos, já como profissionais, atuando no município”, destacou a prefeita.

De acordo com o secretário de Agricultura, alguns alunos atuarão nas secretarias tirando dúvidas e prestando assistência técnica aos agricultores familiares. “Temos um estudante de geografia que vai atuar na Secretaria de Meio Ambiente fazendo a geolocalização das nascentes do rio Itapecuru dentro do município de Rosário. Os alunos de direito e de estudos sociais na Superintendência de Igualdade Racial trabalhando nas comunidades quilombolas e tradicionais. E também os estudantes da engenharia de pesca, veterinária e agronomia que vão atuar na Secretaria de Agricultura vivenciando nosso serviço de extensão rural dentro do município”, destacou Valter Costa.

Para Paulo Ferreira, aluno do curso de Ciências Sociais, o projeto é uma troca de experiências. “É uma oportunidade de ter a vivência do pequeno agricultor e colocar em prática o que aprendemos na universidade. É uma forma de contribuir para a melhoria e transformação do nosso estado”, contou.

 

 

 

 

 

 

 

Mais em Agricultura


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!