Cidadania

Idosos de Rosário fazem excursão a Tocantins Publicada em 28/11/2017 16:28:13

 

O passeio faz parte de atividade desenvolvida pelo CAIPIR  para valorização e inclusão social dos idosos do município

Durante cinco dias, um grupo formado por 58 idosos tiveram a oportunidade de conhecer Palmas, a capital do Tocantins. A viagem fez parte do conjunto de atividades desenvolvida pelo Centro de Atenção Integral à Pessoa Idosa de Rosário (CAIPIR), coordenado pela Superintendência do Idoso e pelas secretarias municipais de Saúde e de Assistência Social de Rosário.

Esta é a segunda vez que os usuários dos projetos desenvolvidos pelo Caipir participam de uma viagem para fora do Maranhão. “Conseguimos organizar um passeio para Fortaleza. Essa experiência mostrou que podemos ir além nas atividades que oferecemos aos nossos idosos”, destaca a superintendente do Idoso, Lucia Cavalcante,

Além dos idosos, a comitiva contou com a superintendente do Centro de Atenção, Lucia Helena Cavalcante, Sebastiana Belfort e Rhuan Carlos, ambos técnicos do CAIPIR, e da agente comunitária Juliane Moreira.

Uma próxima viagem já está sendo planejada pelos coordenadores do Caipir. “Já temos algumas sugestões de local e, em breve, estaremos de malas prontas novamente”, afirmou Lucia Helena Cavalcante.

 

Projeto

O Centro de Atenção Integral à Pessoa Idosa de Rosário (CAIPIR) foi criado em 2005. Dentre as ações realizadas estão atividades físicas, como dança e alongamento, cursos e passeios, dentre outras. Atualmente, o Centro conta com mais de 400 idosos cadastrados, sendo 80 destes frequentadores assíduos. “Isso nos mostra o sucesso deste projeto, que foi cuidadosamente planejado e hoje é mantido com muita responsabilidade e dedicação”, ressalta a prefeita Irlahi Moraes (PMDB).

 

Irlahi revela que, além de atividades físicas e lúdicas, o CAIPIR também mantém em sua programação serviços de saúde, executados por médicos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, dentre outros profissionais. “A população nesta faixa etária precisa de uma atenção especial e completa e é isso que buscamos oferecer em nosso Centro”, justifica.  

Mais em Cidadania


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!