Saúde

Prefeitura de Rosário iniciou campanha ‘Janeiro Roxo’ Publicada em 18/01/2018 16:59:56

A iniciativa, que tem por objetivo combater a hanseníase, faz parte do calendário de saúde mundial

Nesta quarta-feira, 17, a população de Rosário começou a receber as ações da campanha ‘Janeiro Roxo’, promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Diversos tipos de serviços serão oferecidos em todas as unidades de saúde do município até 31 deste mês, Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase.

A campanha em Rosário inicou na Unidade Básica de Saúde Cidade Nova. Segundo a secretária municipal de Saúde, Viviane Arruda, após o lançamento na UBS Cidade Nova, os atendimentos e consultas serão realizados nas demais unidades de Rosário. “A ideia é descentralizar o atendimento levando a todos os postos da cidade, para que possamos beneficiar a população de forma bem ampla”, destaca.

Serão oferecidos atendimentos médicos e consultas diversificadas, tais como verificação de pressão arterial, teste rápido (HIV, sífilis e hepatite), vacinação, teste de glicemia, além de atendimentos realizados pela equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), formado por fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo e fonoaudiólogo.

Segundo a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), a estratégia de oferecer diversos tipos de serviço é comum em todas as campanhas desenvolvidas pela Secretaria de Saúde de Rosário. “Costumamos acrescentar atendimentos em outras especialidades, pois, em geral, ações desse tipo fazem com que mais pessoas busquem os nossos postos”, justifica.

 

A doença

Hanseníase é causada pelo bacilo de Hansen (Mycobacterium leprae). Não é hereditária. A transmissão pode ocorrer quando uma pessoa doente, que apresenta a forma infectante da doença e não está em tratamento, elimina o bacilo pelas vias respiratórias (secreções nasais, tosses, espirros). “É um problema antigo, mas que está controlado. Apesar disso, é imprescindível que a população saiba que esta doença ainda existe, logo a prevenção e os cuidados médicos de tratamento são fundamentais”, explica Viviane Arruda.

Por essa razão, a secretária de Saúde explica que, além dos atendimentos e exames, serão realizadas palestras com especialistas. “Queremos fazer com que as pessoas entendam que a hanseníase tem cura, por isso é importante fornecer informações e tratamento. Essa campanha será uma excelente oportunidade para isso”, finaliza Viviane Arruda.

 

 

Mais em Saúde


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!