O evento debateu os principais temas do segmento e apresentou propostas para questionamentos levantados durante as discussões

‘Garantia dos direitos no fortalecimento do SUAS’. Este é o tema da X Conferência Municipal de Assistência Social, realizada nesta terça-feira, 01, pela Prefeitura de Rosário, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social. O evento reuniu profissionais e especialistas da área do serviço social, bem como usuários da política de assistência.

Dentre os objetivos da Conferência está a democratização das discussões sobre a assistência social do município. Segundo a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), o evento é fundamental por gerar direcionamentos. “Quando ouvimos o segmento ao qual se dirige a política, ou seja, os usuários, temos muito mais condições de desenvolver ações com resultados mais precisos”, esclareceu.

O evento foi iniciado com uma exposição avaliativa da política de assistência social de Rosário. Em seguida, os participantes formaram grupos de trabalho para discussão e apresentação das propostas geradas pelos debates, em painéis temáticos. “Esta etapa foi realizada durante a plenária, quando foram construídas propostas de deliberação”, explicou a assistente social especialista em Gestão Pública, Violência e Mediação de Conflitos, Kátia Zeneide Silva, conferencista do evento.

O secretário municipal de Assistência Social de Rosário, Ulcilas Batista de Carvalho, destacou que, a partir do momento em que se realiza uma conferência, o município está dando oportunidades para que as pessoas possam dar sugestões sobre os diversos temas que compõem a área da Assistência Social. “É importante que nossa política seja definida com base no que é realmente necessário, no que atenda a demanda de nossa população”, diz.

Ulcilas Carvalho destaca, ainda, que o evento é uma forma de associar a área do serviço social com as demais pastas do governo, de forma a criar oportunidades para trabalhos integrados, o que, segundo ele, gera ações socioassistenciais mais eficazes. “A assistência social, por meio de diversas estratégias, busca gerar oportunidades de emancipação das pessoas, para que todos possam desenvolver meios de inserção na economia. Se associarmos isso com ações realizadas por outras secretarias, a abrangência será muito maior”.

 

Fortalecimento

Durante a Conferência, Irlahi Moraes destacou a necessidade de consolidação das políticas públicas do setor social, para gerar resultados mais efetivos. Segundo a prefeita, desde o início da primeira gestão, em 2013, a Prefeitura tem trabalhado neste sentido, bem como para evitar ações de cunho assistencialistas. “Não é objetivo fazer com que as pessoas se acomodem, não queremos ninguém aprisionado na pobreza. Pelo contrário, nossa meta é dar autonomia à nossa população”, disse.

Sobre este aspecto, Ulcilas Carvalho acrescenta que a Secretaria de Assistência Social trabalha para garantir a proteção social e a ampliação dos direitos. “Caminhamos em direção a um Brasil mais justo, que permita maior participação na construção das políticas sociais, de forma que as propostas de ações sejam de acordo com a realidade local”, finaliza.